Secretário será questionado por vereadores

Secretário será questionado por vereadores

Os vereadores deverão receber, nesta terça-feira, o secretário de Ação Social de Franca, Wanderley Tristão. Ele deverá comparecer na Câmara Municipal às dez horas para tirar dúvidas dos parlamentares sobre sua área de atuação da administração.

O principal assunto será, possivelmente, as ações do município quanto aos moradores de rua da cidade. O número de pessoas nesta situação tem preocupado os vereadores que, constantemente, são questionados sobre o tema.

Também um decreto baixado recentemente pelo prefeito voltado à proteção das pessoas em situação de rua deverá ser melhor explicado por Tristão, que é ex-vereador e ex-presidente da Câmara, pois estaria impedindo ações, inclusive as mais simples, das equipes da Secretaria de Ação Social.

“Já conversei com o Wanderley Tristão na última semana e o decreto fere o Código de Posturas do Município. É preciso tratar as pessoas que moram nas ruas com respeito e dignidade, mas todo exagero é ruim. Vamos trazer este debate para a Câmara e, com o fim do recesso, nós vereadores vamos intervir no que for preciso para o bem comum dos francanos”, disse o vereador Pastor Otávio (PTB), que agendou a vinda do secretário.

O vereador afirmou que não se pode confundir o direito de ir e vir de todos, moradores de rua ou não, com uma permissividade excessiva. Para Pastor Otávio, do jeito que está a coisa, após o decreto, fica comprometido o direito da maioria dos francanos, pois se alguém ocupar a calçada de alguém, não poderá ser feito nada para retirá-lo.

“Vimos um caso peculiar. Um morador de rua dormiu sob a marquise de uma loja e saiu pela manhã deixando seu colchão na porta do estabelecimento. O comerciante não retirou, porque não poderia fazê-lo, e um fiscal da Prefeitura queria multá-lo porque o colchão estava na calçada. Como está, realmente, não pode ficar”, disse o parlamentar.