Frente Parlamentar resulta em Centro do Migrante

Frente Parlamentar resulta em Centro do Migrante

No dia primeiro de agosto, a frente parlamentar formada pelos vereadores Cristina Vitorino (PRB), Della Motta (Podemos), Adermis Marini (PSDB) e Kaká (PSDB) esteve na Rodoviária de Franca, onde identificou um grave problema social.

Era marcante a presença de moradores de rua nas cercanias da Rodoviária e de migrantes na área dos guichês e de embarque, sem qualquer tipo de orientação do poder público ou encaminhamento para atendimento em assistência social.

Sem a devida orientação, muitos estavam se dedicando à mendicância, tanto nas casas próximas à Rodoviária, no Jardim América, como em avenidas próximas, casos da Presidente Vargas, Sete de Setembro, Alonso y Alonso e Brasil.

A preocupante situação foi tratada com o então gerente de serviços da Rodoviária, Marlon Olien Sanches, que se comprometeu a tomar providências. Passados dois meses, no último sábado, a administração municipal inaugurou, dentro da Rodoviária, o Centro de Apoio ao Migrante.

O objetivo principal é oferecer apoio para quem chega na cidade sem ter onde ficar ou então desempregado. O centro fará o efetivo controle da população oriunda de outros municípios, através de profissional habilitado para acolher os migrantes e fornecer informações sobre a cidade, apoio social básico, orientações e, quando for o caso, dar condições de retorno à sua cidade de origem.

“É interessante a cidade acolher esse público e dar o devido encaminhamento, por profissional habilitado, para cada caso. Estou feliz que a administração tenha se pautado em nossas sugestões, pois são muitas as contribuições que nós, vereadores, podemos dar ao Poder Executivo. Quem ganha é Franca”, disse Kaká.

Cristina Vitorino também vê com otimismo a instalação do novo serviço público. “São pessoas e merecem ter um encaminhamento digno ao chegar em Franca. Vejo como um grande passo de nossa cidade no sentido de diminuir a população desassistida na rua”, afirmou a vereadora.

Para Della Motta, a instalação do centro ajudará a impedir a proliferação de pessoas de outras cidades em situação de rua. “Esse tem sido um problema grave, pois a população se sente acuada com alguns desses moradores de rua, muitos de fora de Franca, que ameaçam e até agridem as pessoas. É um passo importante para minimizar essa realidade”, explicou o vereador.

Adermis Marini destaca que o trabalho da Frente Parlamentar tem dado informações importantes para que o prefeito tome ações necessárias a Franca. “O vereador está nas ruas, falando com os moradores, ouvindo seus questionamentos. Levamos com propriedade as demandas para o Executivo e é muito bom que estejam nos ouvindo”, concluiu o vereador.